Além da Valentina, conheçam minhas outras 3 filhas: Meg, Blissa e Rafa!

Oi, pessoal! Tudo bem com vocês?

Há um tempo fizemos um post contando histórias de pessoas que amam bichos de estimação, e hoje eu vim contar a vocês um pouco sobre os meus.

Em casa, tenho três bichinhos: a Blissa, que é uma gata; a Meg, uma cachorrinha; e a Rafa, que é uma calopsita. A Rafa e a Blissa compramos ainda filhotinhas. A Meg chegou até nós, após a morte do meu enteado Felipe, que faleceu há dois anos. Até hoje, ela ainda se deita na porta do quarto dele. Isso nos sensibiliza muito.

Cada um deles tem um temperamento próprio. A Blissa, por exemplo, é a de personalidade mais forte. Sempre tentamos fazer com que ela se achegue até nós. O nosso convívio, em geral, é bem agradável, e a presença deles alegra a nossa casa e preenche a nossa vida com o melhor que há.

A energia positiva que eles carregam, consegue nos inundar de alegria, apesar de nos darem um pouco de trabalho na hora das viagens, pois temos que nos atentar em quem ficará com eles, o que comerão e se estarão confortáveis. A Meg é a nossa velhinha – já tem 15 anos – e sabemos que ela pode nos deixar a qualquer momento. Então, isso faz com que a nossa atenção com ela seja maior.

26.09EB

           O que sempre gosto de frisar em relação aos animais, é que eles purificam a casa, espantam o mal e, até mesmo, conseguem nos relaxar, porque quando chegamos em casa e estamos muito cansados, essa turminha consegue nos animar.

Agora, se vocês me perguntarem se eu consigo viver sem estes bichinhos, eu terei a resposta exata para dar: NÃO CONSIGO MESMO!  Se você tem bichos de estimação também, o meu conselho é sempre usufruir o melhor que eles podem lhe trazer, e tenha a certeza de que o amor deles é sincero!

Quer saber mais sobre histórias de amor entre humanos e animais? Confira a história da dona Izolina: https://goo.gl/e3qqR9

Beijos, Si!


Simone Mendes
Autora

Simone Mendes

Sou apaixonada pela minha família, por moda, esportes e vida saudável. Compartilho tudo que amo!

Comentários

Deixe uma resposta

*