Tendência

Tatuagem: dicas, cuidados e tendências

18 de Janeiro de 2018

Oi pessoal.

O assunto de hoje é tatuagem. Antes elas eram polêmicas e agora são tão normais e presentes na vida de tantas pessoas. É até difícil encontrar alguém que não tenha pelo menos um rabisco no corpo.

Eu tenho três tatuagens e apesar de saber que cada uma tem sua representatividade, uma delas já não me agrada mais. Por esse motivo, faço sessões para remoção (vou falar mais sobre isso em outra oportunidade).

Gosto sempre de dizer que tatuagem é coisa séria e quando a gente decide fazer o primeiro passo é procurar por um profissional de confiança para obter um resultado de qualidade.

Por isso resolvi falar sobre o tema, trazer as tendências para 2018 e também os cuidados que se deve ter.

Conversei com o tatuador Ricardo Barbosa Matias e ele me garantiu que as tatuagens nos dias de hoje são encaradas como acessórios. Segundo ele, o público adepto aos rabiscos englobam todas as idades e classes sociais. “Desde que a pessoa tenha condições saudáveis de saúde, a certeza do desenho e do profissional, não há contraindicações quando o assunto é tatuagem”, disse.

Sobre o preconceito, Ricardo acredita que já foi a época dessa expressão e desde que o desenho não faça apologia a algo ruim e não aceito pela sociedade raramente será criticado.

Questionado sobre áreas mais sensíveis do corpo para se tatuar, o especialista explicou que devido às terminações nervosas, as partes mais doloridas são os joelhos, axilas, costelas, pés, cabeça e rosto.

Em casos de arrependimento, o profissional explicou que a tatuagem pode ser coberta com outro desenho ou ser removida a laser. Os valores das tatuagens variam de acordo com o desenho escolhido.

Tendências para 2018

No mundo das tatuagens, novas tendências sempre surgem e são benvindas. Elas variam de acordo com o público e este ano não vai ser diferente.

Para as mulheres, as escolhas devem seguir os estilos pontilhismo (desenhos mais realistas e que podem ser feitos em qualquer parte do corpo), aquarela (contextos mais delicados e que ressaltam uma beleza única), degradê e sombreado (oferecem um resultado rico em detalhes que permite a realização de desenhos mais realistas e leves) e também nos desenhos geométricos (rabiscos modernos e transmitem personalidade).

Já para os homens, desenhos no estilo Maori, caricaturas, frases e tribais estarão em alta. Desenhos contemporâneos também são uma tendência para esse público.

Atenção

Depois de escolhido o desenho e a região a ser tatuada, deve-se selecionar um bom profissional e prestar atenção nas condições de higiene que ele trabalha. “Os equipamentos devem ser esterilizados e o profissional preparado para informar sobre os cuidados pós-tatuagem. Esses cuidados evitam possíveis problemas e infecções”, disse.

Para Ricardo, os primeiros dias pós-tatuagem são fundamentais para uma boa cicatrização. Cuidados com assepsia são primordiais para o sucesso da “tattoo”. “Limpar o local com sabonete neutro, passar creme/pomada de cicatrização e evitar tomar sol são dicas valiosas. A cicatrização depende de cada pessoa, mas geralmente acontece de 15 a 20 dias”, afirmou.

O especialista também ressaltou que utilizando diariamente o bloqueador solar e fazendo uma boa hidratação é possível aumentar a vida útil do desenho, ou seja, deixa-lo mais bonito por mais tempo.

 

*** A matéria acabou, mas quero saber de você o que acha do tema? Tem alguma tatuagem? Fez e se arrependeu? Tem dicas para compartilhar? Deixe seu depoimento e fotos nos comentários.

 

Beijos, Si

Comentários pelo Facebook

Confira Também

Nenhum Comentário

Deixe uma Resposta

*