Vinho é o melhor remédio

mulher-segura-vidro-vinho-antes-grupo-uva-mentindo-pretas-prato_1304-2851

A bebida, principalmente na qualidade de tinto, oferece muitos benefícios à saúde

 

Vinho e um ótimo acompanhamento para vários pratos. É ideal para uma reunião com os amigos. É também uma boa opção para presentear. Mas melhor ainda são os benefícios que o vinho, se consumido com moderação (até duas doses por dia), pode trazer para a nossa saúde. É preciso evidenciar que o consumo excessivo de álcool – e o vinho entra nesse rol – pode prejudicar o organismo e gerar doenças.

De acordo com um estudo realizado pelo Google Brasil o consumo de vinhos aumenta significativamente, bem como a busca por receitas que combinem com a bebida. Em conversa com o especialista em vinhos, Jorge Piano, da Vinum Domo, o ideal é optar por vinhos com teor alcoólico maior que 13% para que ao ingerir a bebida, o corpo fique aquecido desde o primeiro gole e este deve ser mantido entre 16 e 18ºC para que o sabor seja apreciado da melhor forma.

 

Cada vez mais pesquisas apontam que o vinho pode promover uma vida útil mais longa, proteger contra certos tipos de câncer, melhorar a saúde mental e ainda fornecer benefícios para o coração. Isso porque ele contém uma mistura complexa e concentrada de substâncias químicas saudáveis ​​chamadas polifenóis, que afetam positivamente muitas funções do nosso organismo.

Veja os principais benefícios do consumo moderado do vinho:

Coração

Segundo pesquisas da Sociedade Europeia de Cardiologia, o consumo de vinho pode reduzir o risco de doenças cardíacas e em 11% o risco de infecções. O álcool desenvolvido no vinho reduz a formação de placas de entupimento das artérias, aumenta o colesterol bom, diminui a inflamação, e inibe a coagulação do sangue, o que diminui o risco de aterosclerose. Eles ainda ativam a produção de proteínas que previnem a morte celular.

Diabetes

O consumo regular e moderado de vinho tinto e suco de uva está ligado a um menor risco de diabetes, já que o organismo passa a ter mais facilidade em manter regular o teor de açúcar no sangue, conforme as pesquisas.

 

SONY DSC

 

Alzheimer e demência

Uma série de estudos tem relatado uma redução significativa dos riscos de qualquer declínio cognitivo, demência ou doença de Alzheimer em pessoas que consomem quantidades moderadas de vinho, principalmente o tinto.

Depressão

Pesquisadores espanhóis relataram uma taxa de 32% menos casos de depressão entre os consumidores de vinho.

Câncer

O vinho pode retardar o crescimento de células de alguns tumores malignos, como câncer de mama, da próstata, de intestino e do fígado, além de evitar o desenvolvimento de tumores da boca.

 

Beneficios do vinho

 

Fertilidade

Um estudo dinamarquês constatou que beber vinho regularmente diminui quase um terço do tempo de espera para engravidar. Além disso, outra pesquisa aponta que a bebida eleva o nível de desejo e satisfação sexual. Isto acontece porque os compostos do vinho tinto aumentam o fluxo de sangue em áreas específicas do corpo.

Longevidade

Pesquisadores da Harvard relataram que o vinho tinto tem propriedades que previnem o envelhecimento. Eles atribuíram estes benefícios especificamente ao resveratrol presente na pele das uvas roxas. Outro estudo realizado em Londres apontou que as procianidinas, mantêm os vasos sanguíneos saudáveis, um dos fatores que contribui para a maior expectativa de vida.

São muitos benefícios, não é mesmo?

Beijos, Si.


Simone Mendes
Autora

Simone Mendes

Sou apaixonada pela minha família, por moda, esportes e vida saudável. Compartilho tudo que amo!

Comentários

Deixe uma resposta

*